Por que as pessoas procrastinam?

ENTENDA POR QUAIS MOTIVOS TANTAS PESSOAS PROCRASTINAM
Adiar o que precisa ser feito é hábito na vida de muitas pessoas, sobretudo quando se trata de algo que demande muito tempo ou decisões que terão grande impacto na própria vida ou na de outro indivíduo. Mesmo que pareça um ato inofensivo, eu, Wagner Macedo, posso te afirmar que isso traz prejuízos de vários tipos, passando pelo campo financeiro, pessoal, dentre outros.

Quando temos uma opção mais divertida, como sair com os amigos, por exemplo, uma tarefa como estudar pode ficar relegada a segundo plano. O resultado? Notas baixas, reprovação escolar, comprometimento de um futuro promissor. Claro que, em algumas circunstâncias, esse comportamento pode não ser assim tão prejudicial, mas é preciso atentar para que não se torne uma rotina, onde coisas importantes são empurradas com a barriga. Para te ajudar, resolvi traçar um perfil com as principais razões que acabam levando muita gente a deixar tudo pra depois:

1- Falta de organização:
Assumir muitos compromissos de uma só vez é um prato cheio para se relegar coisas importantes. É fato que às vezes é inevitável não assumi-los, de modo que qualquer pessoa ficaria sem saber ao certo que iniciativa tomar, o que não exime ninguém de cumprir com suas obrigações. Típico de quem age de forma muito desorganizada, esse “deixar pra depois” pode acabar em esquecimento e isso ninguém deseja, não é mesmo?

2- Não ter motivação:
É importante querer verdadeiramente fazer algo para que o resultado seja satisfatório. Motivar a si próprio pode parecer muito difícil, principalmente quando enfrentamos situações graves, como depressão, perda de pessoas queridas, etc. É imprescindível superar as dificuldades, mas isso deve ser feito de maneira natural e, sempre que necessário, sob a orientação de um profissional capacitado para tanto. Uma vez resolvido o que te impede de seguir em frente, é hora de olhar para as próprias qualidades e procurar não postergar o que é importante de fato.

3- Priorizar coisas que não trarão benefícios:
Quem não gosta de ganhar dinheiro? Ou de dar a devida atenção para a família? São coisas das quais não vivemos sem, aliás, podemos até fingir que não precisamos de nada disso, mas negar a importância delas não as farão menos necessárias! Tem gente que deixa de lado aquilo que poderia representar uma ascensão profissional, um aumento substancial ou aquela conversa inadiável com o filho. Tudo isso é sim muito grave, acontece de forma frequente e perto de nós. Trata-se de priorizar o que não vale tanto a pena, mesmo que traga uma sensação desagradável no final.

4- Preguiça:
Não gostamos de admitir, mas em alguns casos somos sim preguiçosos. O que pode ser um diferencial em nossas vidas, sequer acaba acontecendo, por conta da nossa inércia que nos mantém fixos à zona de conforto. Melhor mesmo é que cada um reveja o que realmente quer para si e procure vencer o marasmo, antes que se acarrete um dano irreversível. Nunca é tarde para começar um novo caminho, cheio de energia, foco e otimismo. Comece agora e veja como a vida pode te surpreender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *